Para quem gosta de pedalar, uma coisa é certa: não existe hora, tempo ou lugar. Pode ser subindo um morro íngreme em um final de semana ensolarado com os amigos ou uma pedalada solitária durante a semana, no início da madrugada, pouco antes do sol abrir. O ciclismo é uma das melhores e mais apaixonantes atividades físicas que existem, porém, é preciso tomar os devidos cuidados.

Por exemplo, no verão, época em que as temperaturas costumam ser altas, escolher as roupas de ciclismo adequadas pode fazer a diferença para o seu desempenho, conforto e saúde.

Como o excesso de calor interfere no desempenho?

O excesso de calor, principalmente no verão, pode atrapalhar sua pedalada, se você não estiver preparado ou se não souber como se proteger. Isso pode ser feito escolhendo o trajeto, na forma como você fará sua alimentação antes e durante o percurso e na escolha das roupas de ciclismo.

No post de hoje, mostraremos tudo o que você precisa saber para escolher as melhores roupas para um treino debaixo daquele sol forte, preservando a sua saúde para que consiga manter uma alta performance também dentro da rotina diária de trabalho

O que levar em consideração na hora de escolher as roupas de ciclismo?

A tecnologia é um grande aliado do desenvolvimento humano. Em esportes de alto rendimento, mais ainda. As bicicletas evoluíram e estão cada vez mais leves e rápidas, pois são feitas em sua maioria de fibra de carbono ou metais mais leves.

Com a vestimenta não é diferente. Uma série de tecnologias novas faz com que inúmeros problemas sejam minimizados na hora de ir pedalar com os amigos ou em um treino mais puxado. São algumas vantagens destas roupas mais “modernas”:

Redução da absorção do calor

A roupa ideal irá te ajudar a não absorver mais calor durante o passeio. Seja eliminando o suor mais facilmente ou facilitando a ventilação, este é um fator de grande importância para quem gosta de praticar o ciclismo durante o verão

Adequação climática

Com um equipamento que se adéqua ao clima, existe um benefício duplo. Você não corre risco de ficar superaquecido no calor ou resfriado em uma temperatura mais baixa.

Também não é necessário investir em uma roupa para cada tipo de clima, o que acaba se tornando um ótimo custo-benefício para quem (ainda) não é um competidor profissional, pois terá a qualidade de um produto de primeira linha que se adapta às suas necessidades.

Proteção contra os raios solares

Nada é pior do que sair para pedalar e voltar queimado e ardendo por causa do sol forte. Nem sempre haverá sombras para fugir do sol. A melhor opção para evitar queimaduras são as roupas que possuem proteção ultravioleta.

Elas protegem o corpo dos raios solares que nos prejudicam e, ao contrário dos protetores solares, não é necessário fazer algumas paradas para reaplicar durante o trajeto.

Segurança

Investir em roupas e equipamentos que possuem qualidade e confiabilidade é vital. Não há nada pior do que uma roupa que se alarga ou rasga com o uso. Ou que não cumpre o prometido. Para evitar dores de cabeça, o recomendado é investir em marcas que já atuem no mercado e possuem produtos com garantia

Quais os acessórios úteis para pedalar no verão?

Além das roupas, os acessórios são fundamentais para que você possa ir pedalar sem que tenha problemas. Veja três itens que vão te ajudar a lidar com o verão sem precisar se esconder do sol:

Manguito e Pernito

Os manguitos, assim como pernitos, são uma boa alternativa para quem possui roupas de ciclismo mais curtas, em que as pernas e braços ficam expostos ao sol. Elas já possuem proteção ultravioleta e são feitas em materiais próprios para facilitar a sua vida diante do forte calor.

Óculos para ciclismo

O óculos é um acessório importantíssimo e indispensável para aqueles que optam por um capacete sem viseira. Protegem os olhos dos raios solares, insetos e pequenas sujeiras. Pode ser considerado um item de segurança. Escolher o óculos ideal para ciclismo não é uma tarefa fácil, mas vale prestar atenção em alguns pontos, como:

  • Tipo da lente;

  • Tipo da armação;

  • Qualidade do material;

  • Tamanho.

O tipo da lente irá influenciar no período em você costuma praticar o ciclismo, variando entre ambientes mais claros ou mais escuros. Existem algumas lentes que, inclusive, conseguem se adaptar aos dois tipos de ambientes.

A armação e o tamanho do óculos escolhido precisa ser um modelo que se encaixe com o formato do rosto. Não pode ficar largo, nem desconfortavelmente apertado.

A qualidade do material é o que vai garantir que o óculos tenha um efeito protetor. Óculos fora do padrão de qualidade pode prejudicar a sua visão e te colocar em risco durante a prática do esporte.

Capacete

Um bom capacete para a prática do ciclismo é aquele que consegue unir eficiência aerodinâmica, conforto e segurança. Os melhores acessórios do mercado são projetados para ajudar a performance do esporte, são leves e bem ventilados, para ajudar a regular a temperatura, além de possuírem os certificados de segurança.

Caramanhola

Também conhecidas como squeezes ou bidons, as caramanholas são companheiras inseparáveis de todo ciclista. Às vezes mais de uma é necessária para que você consiga se manter hidratado.

Luvas

As luvas de mão tem duas grandes funcionalidades para a prática do ciclismo. É mais um mecanismo de proteção contra os raios solares e evita que suor e água prejudiquem a pegada no guidão. Existem dois modelos diferentes: um com a mão toda coberta e outro em que as pontas dos dedos ficam expostas.

Para quem está descobrindo os desafios do ciclismo, escolher itens como a melhor roupa para ciclismo não é uma tarefa simples. Contudo, é uma missão que você, ao adquirir experiência, vai entender o que adapta melhor ao seu corpo e o que ajuda a impulsionar o seu desempenho.

Basta lembrar sempre de avaliar a procedência do material e a garantia que a marca te proporciona, além, é claro, de acompanhar as dicas que postamos aqui no blog — para se hidratar durante a pedalada, por exemplo.