O planejamento esportivo é um dos principais fatores de sucesso de um ciclista profissional e não é difícil entender o porquê. Atletas de alta performance precisam estar sempre atentos aos limites do corpo e como trabalhá-lo da melhor forma possível.

É aí que entra o planejamento esportivo. Ele é um conjunto de estratégias que precisam ser levadas em conta para fazer com que o ciclista, por exemplo, evolua constantemente sem sobrecarregar o corpo.

Um planejamento bem realizado, que leva em conta a capacidade física do atleta, os objetivos e os caminhos para otimizar os resultados desejados faz com que o ciclista tenha seu desempenho máximo durante as competições, o que é exatamente o desejado, certo? 

Mas o que faz parte do planejamento esportivo? Qual a importância dele para uma modalidade como o ciclismo? Confira:

Auxílio profissional

Um planejamento que se preze é feito com auxílio de um ou mais profissionais capacitados e que possam ajudar o atleta a alcançar seus objetivos.

Profissionais experientes são as melhores fontes para preparar o ciclista psicológica, física e emocionalmente para as competições, para instruir da melhor forma possível e elaborar treinos técnicos e táticos.

A participação de um profissional, por exemplo, um nutricionista, é essencial para criar uma rotina alimentícia saudável e que esteja alinhada com os objetivos do atleta. É ele o responsável por montar um cardápio que ajude o corpo do ciclista a evoluir da melhor forma possível dentro dos seus limites e objetivos.

Um profissional voltado para acompanhar e montar os treinos físicos também é imprescindível se o ciclista almeja resultados positivos. Um profissional capacitado saberá escolher os melhores exercícios que garantam uma evolução dentro da categoria e poderá evitar, ao máximo, lesões que aconteceriam com mais frequência caso o treino fosse feito de forma autônoma.

Uma única pessoa, em específico um único atleta, não é capaz de cuidar, sozinho, de todas essas questões. Portanto, é preciso contratar profissionais que entendam a importância de um planejamento esportivo e o auxiliem da melhor forma possível.

Definição de metas

Um dos objetivos do planejamento esportivo é otimizar resultados, certo? Para isso, a definição de metas é muito importante. São elas que vão definir quais os resultados esperados e vão auxiliar o ciclista a trabalhar de forma objetiva e focada. 

Após as avaliações iniciais feitas pelos profissionais mencionados e o acompanhamento deles, é possível estabelecer metas para cada parte do trabalho. Os exames físicos e psicológicos servirão de base para traçar os caminhos mais adequados para cada atleta e os resultados esperados após cada etapa do desenvolvimento. 

Definir quantos treinos o atleta vai fazer e a intensidade de cada um, quantas participações em competições, o espaço de tempo entre maratonas, o que se espera com cada prova são alguns dos dados que podem compor essa parte do planejamento esportivo.

As metas vão servir de parâmetro e podem ser alteradas de acordo com a evolução do atleta. 

Estabelecimento de descansos

Já faz parte do senso comum que o período de descanso é fundamental para melhorar o desempenho do atleta. Grandes nomes do esporte reforçam esse ponto e defendem uma boa noite de sono para recuperar as energias e melhorar o rendimento do atleta.

Existem duas formas de descanso que devem ser adotadas por atletas para evitar desgastes, sobrecargas e perda de rendimento. São elas:

Descanso ativo

O descanso ativo consiste em fazer uma série de exercícios em um espaço menor de tempo voltados para auxiliar na recuperação do atleta. São exercícios estimulantes e que aumentam a frequência cardíaca. São feitos de forma intensa em um curto intervalo de tempo, de forma a não sobrecarregar o atleta e ajudá-lo a se recompor.

No caso do ciclismo, por exemplo, um treino de duas horas pode ser feito em pouco mais de meia hora de forma intensa, mas se atentando para a pressão nos pedais e na intensidade do esforço.

Descanso passivo

O descanso passivo é essencial para todo atleta de alta performance. Ciclistas são atletas que, geralmente, possuem uma rotina agitada de treinos e, por isso, é imprescindível que o atleta tire um dia da semana para descansar. Esse descanso sem qualquer prática de exercício físico é chamado de descanso passivo.

Programação adequada de treinos

O conceito de planejamento esportivo está diretamente ligado à sistematização de treinos ao longo de um determinado período de tempo em busca de uma vitória, um objetivo ou uma meta. E é nesse ponto que a programação adequada de treinos se faz essencial.

Essa etapa do planejamento esportivo está diretamente ligada ao resultado das avaliações dos profissionais e da definição de metas. Tendo em mãos uma avaliação física e psicológica, o atleta tem ciência do que pode abordar nos treinos, na quantidade e na intensidade de acordo com os objetivos traçados.

Tendo isso, é possível programar os treinos da forma mais adequada. Definindo os objetivos, é mais fácil pensar em treinos específicos para cada resultado esperado.

Ao começo do ano ou do planejamento esportivo, espera-se que os treinos sejam mais suaves, focados em fortalecer e preparar o ciclista para as competições e provas que ele pode encarar nos meses seguintes. É nessa etapa que o atleta precisa se preocupar em deixar a intensidade de lado e se preocupar com o volume, a quantidade de treinos que ele fará e aumentar aos poucos.

Antes de competições, é indispensável atentar para treinos de resistência. Provas de ciclismo exigem bastante dos atletas e é necessário que eles estejam preparados. Treinos com tiros de intensidade máxima são muito frequentes, por exemplo, mas cuidado para evitar desgastes.

Resumindo, o treino deve ser programado de acordo com os objetivos do atleta, sua capacidade física no momento do treino e a proximidade com competições que ele tenha interesse em competir.

Viu como o planejamento esportivo é essencial para ciclistas? Atletas de alta performance precisam de acompanhamento, metas, descansos e treinos adequados para alcançar os resultados desejados e evoluir constantemente dentro da modalidade, sem sobrecarregar o corpo e correr o risco de sofrer lesões.

Gostou do post e das dicas? Então, assine a nossa newsletter para ficar por dentro do melhor conteúdo e recebê-lo sempre em primeira mão!