Uma das melhores formas de se motivar na vida é ter pessoas como inspiração, e no ciclismo não é diferente. Qual ciclista nunca sonhou em ser um Lance Armstrong, por exemplo? Ou, pelo menos, quis dar o seu melhor tomando como base os feitos dos maiores ciclistas da história?

Para que você se sinta ainda mais motivado no esporte, que tal conhecer alguns dos grandes nomes que ficaram e ficarão imortalizados sobre duas rodas? Continue lendo e confira a lista que selecionamos!

Chris Froome

Vamos começar pelos atletas que estão na ativa? Com uma carreira relativamente recente — profissional desde 2007 — Cris Froome é um ciclista do Reino Unido, apesar de ter nascido no Quênia. Essa fera já carrega muitas conquistas: é campeão do Tour de France em 2013 e 2015 e também foi medalha de bronze nas Olimpíadas em Londres, de 2012.

Em 2015, o atleta realizou alguns testes em laboratório para revelar a fonte do seu máximo desempenho, que é invejável. Os resultados mostraram que, além do consumo máximo de oxigênio — uma característica esperada de ciclistas de longas distâncias, que apresentam grande capacidade aeróbica — Froome também tem uma alta performance em potência, o que o faz ser muito bom nas subidas e também em etapas contrarrelógio.

Fausto Coppi

Com certeza, Chris Froome é um fenômeno hoje porque se baseia no desempenho dos maiores ciclistas da história, como é o caso do italiano Fausto Coppi. Nascido numa pequena aldeia em Castellania, em 1919, o atleta teve o seu primeiro contato com a bicicleta como ajudante de mercearia e “rapaz dos recados”.

As duas rodas do entregador acabaram por revelá-lo como um ótimo ciclista, que triunfou em quase todas as provas na Volta à Itália e na Volta à França, entre os anos de 1940 e 1953. As suas maiores especialidades eram as corridas de perseguição e estrada, nas quais foi campeão mundial, em 1947 e 1949 e em 1953, respectivamente.

Considerado um dos ciclistas mais completos de todos os tempos, Coppi alcançou seu lugar na galeria dos imortais. O atleta faleceu em 1960, vítima da malária, contraída em uma excursão pela África.

Lance Armstrong

Outro grande nome do ciclismo é o de Lance Armstrong. O ex-ciclista norte-americano, com especialidade em estrada, ficou famoso por ter vencido, por sete vezes consecutivas, o Tour de France, entre 1999 e 2005. Um recorde absoluto!

Apesar dos seus feitos inspiradores, Armstrong perdeu todos os seus títulos obtidos após 1998 e foi banido do ciclismo competitivo, por ter sido acusado de uso de dopagem bioquímica.

Por mais que essa fase tenha sido algo bastante negativa, isso também não deixa de servir como exemplo para ciclistas profissionais que estão começando sua carreira, não é mesmo?

Alberto Contador

Outro grande ciclista, que encerrou recentemente suas atividades, é o espanhol Alberto Contador. Ele venceu o Tour de France duas vezes, em 2007 e 2009, além de ter sido campeão três vezes na Vuelta a España, em 2008, 2012 e 2014 e duas vezes no Giro d’Itália, em 2008 e 2015.

O interessante é que Contador já foi o maior adversário de Lance Armstrong e também teve problemas com casos de doping. Agora que está afastado das competições, ele tem se dedicado à sua fundação e à investigação da doença cerebral que o afetou em 2004.

Greg Van Avermaet

Campeão olímpico em 2016, nos jogos Rio, o ciclista belga Greg Van Avermaet é também um dos maiores nomes atuais do esporte. Ele bateu recorde ao se tornar o primeiro atleta a vencer as competições belgas Omloop Het Nieuwsblad, E3 Harelbeke e Gent-Wevelgem, tudo na mesma temporada. Esse feito só foi conquistado em 1981 pelo ciclista Jan Raas.

Além disso, Greg Van Avermaet também tem na sua conta duas vitórias de etapa no Tour de France e uma na Vuelta a España em 2008.

Com esses maiores ciclistas da história, é impossível não se sentir inspirado e motivado para continuar dando o seu melhor no esporte, não é verdade?

E você, já conhecia algum desses nomes? Tem algum ídolo no ciclismo que não apareceu na nossa lista? Conte pra gente nos comentários!